INSS para Autônomo e Empresário: 9 Dicas sobre Aposentadoria e Contribuição.

Instagram
Algumas medidas podem tornar mais vantajosos os benefícios do INSS para autônomo e empresário.

Os recursos do INSS para autônomo e empresário são muito peculiares e merecem alguns cuidados. Em diversos casos há contribuições em valores muito altos sem necessidade e, em outros,  o aporte por poucos meses pode dobrar o valor do benefício.

 Duas pessoas sorridentes de avental em uma confeitaria, representando como entender o inss para autônomo e empresário.

 

Assim, é preciso cuidar alguns detalhes na sua contribuição de aposentadoria. Confira agora nove dicas essenciais para se conseguir o melhor benefício do INSS para autônomo e empresário. 

 

Dicas previdenciárias de INSS para autônomo e empresário

1) Se está planejando se aposentar nos próximos dez anos, procure um advogado especializado para fazer um bom planejamento, evitando recolhimentos excessivos ou um benefício com valor reduzido;

 

2) Se está planejando se aposentar nos próximos 18 meses, faça a contagem do tempo de contribuição e marque na sua agenda o dia exato que completará o tempo exigido. O benefício é concedido a partir da data de agendamento do pedido;

 

3) Se você completou o tempo necessário para aposentadoria (35 anos de contribuição para homem, 30 para a mulher) não vale a pena continuar contribuindo, pois dificilmente aumentará o valor do benefício;

 

4) Se você tem período de débito (que exerceu atividade de empresário ou autônomo mas não pagou) vale à pena regularizá-lo para adiantar sua aposentadoria. Apesar de ser caro o pagamento do valor de débito, os ganhos compensam o investimento em até 400%;

 

5) Se esse débito se referir a períodos de mais de 5 anos atrás, procure um advogado especializado, pois é necessário mover um complexo processo junto ao INSS com o fim de obter autorização para realizar o pagamento;

 

6) Se possuir durante períodos concomitantes duas empresas ou uma empresa e mais uma atividade de autônomo e não recolheu no teto máximo, verifique essa possibilidade para aumentar seu salário;

 

7) Se seus pais desenvolveram atividade rural ou de pesca entre seus 12 anos de idade até o primeiro emprego, é possível computar esse tempo para sua aposentadoria, adiantar sua obtenção e aumentar o salário;

 

8) Se você desenvolveu atividade especial (insalubre ou perigosa) como empregado, autônomo ou empresário, é possível computar mais 40% sobre esse período se homem e 20% se mulher, devido à conversão de atividade especial permitida por lei;

 

9) Regularize contribuições junto ao sistema do INSS antes do ingresso do pedido, pois são comuns erros no sistema que acabam por gerar a necessidade de revisão judicial.

 

Banner escrito "Tire suas dúvidas previdenciárias" e "receba informações por e-mail" com botão "PERGUNTE".

Banner das nossas regras de uso de conteúdo. Clique nele e saiba como ter permissão para utilizar nosso texto em seu site ou blog.