Dúvidas frequentes

Como enviar documentos por e-mail?

Se o cliente é de outra cidade fica mais fácil enviar os documentos por e-mail para que possamos entrar com a ação imediatamente, já que pelo correio esse procedimento acabaria sendo atrasado.

Para enviar os documentos, abra seu e-mail, vá em “novo e-mail”, “nova mensagem”, “novo”, “escrever” ou similar. Digite em “destinatário” ou “para” o e-mail eduardo@koetzadvocacia.com.br e em assunto “Documentos para entrada com ação”.

Para anexar os arquivos procure “anexar”, “anexo” ou o ícone de um CLIPE DE METAL, assim como mostra a imagem abaixo.

anexar arquivo

 

Clique e procure o documento que quer enviar OU procure os documentos que quer enviar, clique uma vez, segure e arraste para a caixa de mensagem de e-mail.

Se a mensagem voltar, verifique se digitou corretamente o endereço. eduardo@koetzadvocacia.com.br – k-o-e-t-z-a-d-v-o-c-a-c-i-a. É comum haver erro de digitação.

Não consegui enviar os documentos por e-mail

Sempre retornamos com uma confirmação de “documentos recebidos”. Se você não receber este e-mail de confirmação, deve entrar em contato novamente por telefone (51)-3684-3081.

Se for muito complicado para você enviar por e-mail, mande tudo pelo correio para o endereço:
Av. Caldas Junior, 1705, Centro – Tramandaí/RS. CEP 95590-000

Não consegui preencher o formulário da procuração

A procuração é um documento obrigatório em ações judiciais. Quando se inicia uma ação, ou seja, na petição inicial junta-se a procuração indicando e autorizando o advogado que entrou com o processo. Por isso, você precisa preencher todas as informações solicitadas no formulário.

Todos os dados solicitados são necessários para sua identificação no processo. O juiz não aceitará um processo sem esses dados. Além disso, listamos para cada um deles outros motivos que facilitam as consultas. Confira:

a) Nome completo:
Para localizar informações processuais em nossos arquivos.

b) Endereço, CEP, cidade e Estado:
Rua ou Avenida, com número e complemento da casa/apartamento e bairro, além de CEP, cidade e Estado. Necessários para envio de documentações.

c) CPF:
Cadastro da Pessoa Física para facilitar as consultas de dados do cliente no sistema.

d) Número de Benefício:
Pode ser encontrado pelo telefone 135 da Previdência Social e extratos bancários. Serve para consultas e andamento do processo de revisão.

e) Data de nascimento:
Para fins de cálculos de tempo de contribuição e valores dos benefícios.

f) Telefone/celular:
Útil para entrarem contato com o cliente para recados urgentes, como solicitação de novos documentos e aviso da data do recebimento do dinheiro do benefício. Deve ser mantido atualizado sempre.

g) E-mail:
Necessário para enviar algum documento com urgência, recados ou atualizações sobre o processo.

h) Profissão:
Necessário informar a profissão para que já possamos estudar quais os direitos que o cliente possui além do que ele está solicitando.

Como digitalizar os documentos?

A digitalização de documentos é importante, pois agiliza a entrada do processo e facilita a localização de informações dos nossos clientes, além de prevenir danos que podem ocorrer ao papel. Uma das outras vantagens é a diminuição de consumo de papel, que reduz impactos ambientais.

Para digitalizar você vai precisar de um Scanner. Se não possuir, leve até uma Lan House e solicite a digitalização. Peça para enviar os arquivos para o e-mail  eduardo@koetzadvocacia.com

Se você possuir um scanner é possível digitalizar direto na máquina ou através do programa Paint (que se encontra em todos os computadores).

Como digitalizar pela máquina: Com o documento posicionado na mesa interna do scanner e com a tampa fechada, procure o botão “escanear”, “digitalizar” ou similar. Após pressione “iniciar”. O documento será salvo em uma pasta destino que varia de acordo com a instalação no computador.

Como imprimir os documentos?

Para você imprimir os documentos você precisa preencher os dados do formulário corretamente e clicar em “enviar”.

Automaticamente serão gerados os documentos para impressão. Basta clicar no ícone de impressão ou, no teclado, apertar as teclas CTRL e P ao mesmo tempo.

Se você não tiver impressora, salve os documentos no seu computador. Após isso, coloque os documentos em um pen drive e leve até uma Lan House ou Loja de Impressão. Ainda, é possível enviar por e-mail para que alguém imprima.

Se nenhuma dessas opções for viável para você, podemos enviar os documentos para assinatura por correio. Basta fazer a solicitação clicando aqui. Porém, alertamos para que se você tiver condições de imprimir os documentos, o faça, pois o envio pelos correios é demorado e atrasa a ação.

Não consegui baixar os documentos proc/ch

No site http://www.eduardokoetz.adv.br/site/contato você consegue gerar a sua procuração. Para fazer o download é necessário preencher as informações nos campos obrigatórios e clicar em enviar. Automaticamente sua procuração será gerada com seus dados e você terá a opção de imprimir ou salvar em formato PDF.

Algumas vezes é preciso mandar via correio, pois o INSS exige apresentação de procuração original, por isso existe a opção salvar, pois caso o advogado solicite o documento original, você tenha ele à sua disposição.

Se você não tiver salvo o documento, precisa entrar no site e preencher novamente as informações corretas nos campos obrigatórios para gerar a mesma procuração.

Não concordo com os termos da Procuração, posso mudar?

Sim, por isso disponibilizamos a procuração e até mesmo o contrato de honorários em Word para baixar e editar. Em relação aos termos da procuração colocamos tudo que será necessário ou poderá vir a ser para mover a ação previdenciária, mas não há qualquer problema ou constrangimento em mudar caso nosso cliente se sinta incomodado.

Se posteriormente necessitarmos de alguma mudança, solicitamos depois nova procuração ou então pedimos para o cliente providenciar o documento ou a diligência necessária.

O Contrato de honorários pode ser alterado, mas só terá validade com a concordância e assinatura de um dos advogados do escritório.

Como são cobrados os Honorários Advocatícios nos Processos Previdenciários?

Ao entrar em contato com advogado a preocupação das pessoas é o quanto irá gastar, então pensando nos clientes e suas preocupações resolvemos facilitar as suas dúvidas de como funciona a cobrança de honorários contra INSS.

Segundo o Estatuto da OAB, que é uma Lei Federal, os honorários devem ser compatíveis com:

  1. a) a relevância, o vulto e a complexidade da questão;
  2. b) o tempo necessário para o desenvolvimento do trabalho;
  3. c) o valor da causa, o proveito e a capacidade econômica do cliente;
  4. d) a reputação da capacidade e o renome do profissional, além dos parâmetros mínimos estabelecidos pela Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil resolve aprovar tabela de honorários, como segue:

Por isso, nós delimitamos uma maneira padronizada para trabalhar, já que via de regra NÃO COBRAMOS PARA INGRESSAR COM A AÇÃO, o que transfere para o advogado o risco de trabalhar sem ganhar nada, por isso as ações previdenciárias são admitidos percentuais maiores do que nas demais ações.

Outro detalhe importante é que incluímos a maioria das buscas de documentos nos nossos custos, salvo os documentos dos empregadores recentes, na mesma cidade que o cliente reside, ou algum outro documento que o cliente tenha que buscar na cidade que reside, ficando por nossa conta a busca dos demais documentos, quando houver.

Para os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, onde há o sistema de Processo Eletrônico completamente implementado, o que facilita muito o trabalho e acompanhamento dos processos, usamos os seguintes valores:

EM CASO DE REVISÃO DE BENEFÍCIO: o valor de 30% dos valores atrasados.

EM CASO DE CONCESSÃO DE BENEFÍCIO: O valor de duas remunerações mensais mais 30% dos valores atrasados.

AÇÕES TRIBUTÁRIAS PESSOAS FÍSICAS: o valor de 30% dos atrasados, mais duas vezes o valor da cessação da cobrança de impostos obtida.

Os valores atrasados são os valores acumulados durante a ação judicial, pois em geral os valores são pagos desde o inicio do processo administrativo ou judicial, ou antes ainda.

Posso negociar os honorários?

Sim, o nosso escritório é aberto para a negociação dos honorários, mas desde que o cliente assuma o pagamento de algum valor para ingresso da ação, dependendo do caso, podendo ser reduzido o percentual para 25% ou para 20% no mínimo, menos que isso não é viável.

Esse valor inicial deverá ser analisado caso a caso. Após a consulta para ingresso, deve ser feito um pedido sobre isso pelo email eduardo@koetzadvocacia.com.br explicando a proposta e os motivos, bem como quanto pretende pagar de valores iniciais.

senhora tomando café em frente ao notebook para ilustrar dúvidas frequentes koetz advocacia